Compartilhe

Cristiano “Frank” Gonçalves escreveu uma resenha sobre o novo álbum da banda Shadow Of Sadness, intitulado  …—… (“S.O.S” em código morse). A crítica na íntegra pode ser conferida a seguir.

A Shadow Of Sadness surgiu como Kratera no início dos anos 2000, fez algumas apresentações (talvez uma) e logo adotou o nome definitivo que saiu no “demo”. Desde as primeiras composições ficou clara a proposta de investir na fusão de diversas vertentes do Metal, mas priorizando guitarras melódicas com vocais agressivos.

Em 2004 a banda lançou o primeiro álbum, intitulado “Way ToHell”. Para muitos, uma surpresa. Particularmente, o disco se destacou não apenas pelas composições e capricho gráfico, mas principalmente pela qualidade do áudio que estava bem superior ao que a maioria das bandas daquele período registrou. Um intervalo de 10 anos foi necessário para o quarteto entrar em estúdio e gravar um novo trabalho. O resultado é “SOS”, um disco de 11 faixas divididas em pouco menos de 1 hora.

Basicamente, a estrutura musical do registro anterior está intacta, tendo como diferencial a maior maturidade, o que é natural. O trabalho prioriza passagens mais cadenciadas com linhas de guitarra que flertam com o Heavy e o Thrash Metal moderno, como Nevermore e a nova fase do Sanctuary.

Há mais pitadas progressivas, possivelmente resultado da sintonia entre Daniel e Thiago (baixista e baterista, respectivamente). A experimentação com teclados em alguns trechos (não creditado no encarte) funcionou bem, servindo como um tempero especial, agradável e sem exageros.

Certamente, se os vocais fossem mais limpos, seria impossível encaixar a Shadow Of Sadness no rótulo de MelodicDeath Metal, já que todo o instrumental caminha para outras divisões “metálicas”, como observado na faixa de encerramento, “ShadesOnSedna”.

Disponível por enquanto apenas em formato virtual, “SOS” é um ótimo disco, principalmente se o ouvinte não tiver preconceito com experimentações sonoras.

O álbum na íntegra pode ser conferido a seguir.

Atualmente, Shadow Of Sadness é composta por: Christian Avon (guitarra e vocal), Rafael Schirrmann(guitarra), Daniel Iahn (baixo) e Thiago Diniz (bateria).

Acompanhe a Shadows Of Sadness pelo Facebook:

https://www.facebook.com/shadowofsadness.oficial

Assessoria de imprensa:
Facebook: www.facebook.com/blacklegionprod
Oficial: www.blacklegionprod.com
Twitter: @BlackLegionProd
Soundcloud: BlackLegionProd

(Acessado 16 vezes, 1 visitas hoje)

Leave a Reply

Your email address will not be published.