Compartilhe

 

O álbum “Canudos”, da lendária banda Dorsal Atlântica, recebeu uma ótima crítica do Johnny Z., do portal Metal Na Lata, sendo avaliado com a nota 10. Alguns trechos da resenha podem ser conferidos a seguir.

““Canudos” é inspirador, honesto, refinado, certeiro e que cavoca dentro de nossa alma os instintos mais profundos que a música/arte pode afetar em questão de segundos. A consistência das letras e a temática de “Canudos” são verdadeira aulas, nos mostrando que a luta para alcançarmos um país melhor está em nossas mãos e não nas mãos sujas daqueles que insistem se chamar de “governantes”, cabendo a nós nos unirmos para lutarmos juntos e não mais nos calarmos diante dessas adversidades por acomodação ou medo”.

“Musicalmente, “Canudos” consegue unir com intensidade ímpar um refinamento e crueza como poucos, e todas suas faixas nos acertam diretamente não só na jugular, mas sim em nossos traseiros como uma alavanca para sempre caminharmos para frente sem olharmos para nenhum lado. É quase que impossível rotularmos a sonoridade da banda, e isso já vem desde sua formação, e aqui isso está ainda mais “difícil”, pois temos até baião em determinadas passagens. Mas quem liga para rótulos quando se trata de arte sendo feita por grandes?”

“Se existe um álbum com alma e espírito, com certeza esse álbum é “Canudos”. Não cabe a mim explicar a metáfora por trás da história, para isso existem livros, internet e etc, mas o que posso salientar é que a história é cíclica, apenas com novos “personagens” onde a opressão e a exploração dos “fracos” (povo) no passado continua em voga atualmente só que de outras formas até mais sujas que antes”.

 

A resenha de “Canudos” pode ser lida na íntegra acessando o seguinte link: 

http://metalnalata.com.br/site/dorsal-atlantica-canudos-2017/

 

São muitas as novidades deste trabalho, já considerado um divisor de águas na carreira da banda. Musicalmente, “Canudos” parte do movimento Armorial de Ariano Suassuna e dos Afro-Sambas de Baden e Vinícius, a fim de desenvolver um novo estilo musical que funde Hardcore, Metal, Candomblé, Baião, Maracatu, Cantiga de Roda, Música Erudita e Fusion.

Para este trabalho, Carlos Lopes grava com uma nova guitarra desenhada por ele mesmo com afinação alternativa. “Canudos é libertário, orgânico, rítmico, reflexivo, raivoso e refinado”, declarou a banda.

O tracklist de “Canudos” pode ser conferido a seguir:

1 – Canudos
2 – Belo Monte
3 – Não temos nada a temer
4 – O minuto antes da batalha
5 – Carpideiras
6 – A Conselheira
7 – Sonho Acabado
8 – Cocorobó
9 – Araçá do Peito Azul de Lear
10 – Gravata Vermelha
11 – Liberdade
12 – Favela
13 – Ordem e Progresso

Acompanhe a Dorsal Atlântica nas redes sociais:
www.facebook.com/dorsalatlantica

Assessoria de Imprensa
www.blacklegionprod.com
www.facebook.com/BlackLegionProd

(Acessado 31 vezes, 1 visitas hoje)

Leave a Reply

Your email address will not be published.