Compartilhe

A banda mineira DEADLINESS, oriunda da cidade de Itaúna, está lançado seu novo trabalho, o full-lenght intitulado “Guerreiros do Metal”, de forma independente e contendo dez faixas que unem de forma consistente elementos de Heavy e Thrash Metal. Formada pelo guitarrista/vocalista Roberto Antunes logo após sua saída da banda Túmulo de Ferro (posteriormente chamada Calvary Death), hoje o grupo conta também com seus dois filhos, Igor (guitarra) e Ícaro (baixo), além do baterista Moisés Corradi.

Mantendo uma veia agressiva e cantando principalmente nossa língua natal, o DEADLINESS tem na força de suas composições, e na gravação orgânica de André Cabelo – guitarrista do Chakal – a força e o destaque necessários com uma forte pegada Thrash, conforme citou Will Dissidente em resenha publicada no Whiplash: “O álbum é altamente recomendado para quem curte Thrash Metal e não apega inteiramente às fórmulas básicas dos anos 1980 e nem se importa em querer ser por demais inovador e sair da tradição do estilo.”.

O CD pode ser adquirido na loja Diná Eletro Musical, em Itaúna, ou na loja da Cogumelo Records em Belo Horizonte. Pela internet, basta enviar um e-mail paradeadliness@gmail.com ou pelo site da Cogumelo Records www.cogumelo.com.

Ouça “Overdose”:

“Ainda que o SEPULTURA da fase “Beneath The Remains” seja uma referência, a sonoridade do disco passeia também pelos anos 1970 (como em “Vida Morta”). Diferente da grande maioria dos discos nacionais produzidos (quase todos), os dez “sopapos nas orébas” que compõe o trabalho são divididos entre os idiomas inglês e português. Via de regra, as músicas são “dois pés no peito” com bumbo duplo e riffs que incitam a bateção de cabeça, com partes mais cadenciadas aqui e acolá…”.

Confira a resenha completa do CD “Guerreiros do Metal” no Whiplash:

http://whiplash.net/materias/cds/199763-deadliness.html

“Por acaso, recebí o disco hoje em minha casa e justamente estava escutando quando recebo esta nota do Maicon Leite. Impressionante como as coisas acontecem e acredito que nada é por acaso.
Assim como os integrantes já haviam me mostrado no passado, pude escutar o disco completo e perceber que se trata do Metal de Minas Gerais em alto estilo, cantado em português e com guitarras inteligentes e cozinha precisa, nem um momento tiveram aquelas músicas que geram “Déjà vu”. Destaques para “Hate”, “Attla” e “Guerreiros do Metal” e as outras tem seus merecidos destaques.”
Alex Chagas – Black Legion Prod

IMG_20140506_135143366[1]

Contatos:

Facebook: https://www.facebook.com/DeadlinessMetal
Twitter: www.twitter.com/deadliness
Assessoria e Shows: wargodspress@gmail.com

Apoio:
www.fb.com/BlackLegionProductions

(Acessado 6 vezes, 1 visitas hoje)

Leave a Reply

Your email address will not be published.